Uma data para conectar as pessoas à natureza

É provável que tenhamos ouvido muitas vezes que “devemos preservar o meio ambiente”. Apesar de bastante óbvio, será que de fato colocamos esse dizer em prática? São inúmeras as campanhas feitas para conscientizar a população, governo e indústria a adotar medidas de preservação da natureza, em especial hoje, no Dia Mundial do Meio Ambiente. Atualmente, com a maior parte da população vivendo em cidades[1], com novos hábitos de consumo[2] e com tempo escasso e milimetricamente planejado, lamentavelmente, os cuidados com a natureza acabam em segundo plano. Eis a importância desta data para nos fazer pensar no impacto de nossas ações em detrimento da natureza, reconhecendo o quão dependente somos dela.

Embora para alguns pareça que o progresso da ciência e da tecnologia foram os culpados pelos altos padrões de consumo da sociedade moderna, o problema não está nos avanços que propiciaram, mas na maneira com que foram utilizados.[3]  No final do século XIX, a questão ambiental começou a ser debatida, mas emergiu somente após a Segunda Guerra Mundial. Pela primeira vez, a humanidade havia se dado conta de que o uso incorreto dos recursos naturais, finitos, poderiam representar o fim de sua própria existência[4]. Conforme a ciência avança em favor do meio ambiente, novos caminhos são traçados, visando um desenvolvimento mais sustentável, ou seja, buscando uma maneira “capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações”.[5] Essa busca por equilíbrio entre desenvolvimento econômico e a redução da degradação na natureza foi discutida na Conferência de Estocolmo, em 1972, quando foi instituído o Dia Mundial do Meio Ambiente pela Assembleia Geral das Nações Unidas[6].

A primeira edição do evento ocorreu somente dois anos depois, em 1974, e o dia é considerado pela ONU o mais importante para incentivar a conscientização e ação mundial para a proteção do meio ambiente[7]. Para 2017, o tema escolhido foi “connecting people to nature (conectando as pessoas à natureza), e tem como intenção nos trazer para mais perto da natureza, visitando parques, observando e documentando a fauna e flora locais, apreciando a natureza ou o que mais a criatividade nos permitir. Além disso, o tema deste ano nos convida a pensar em como somos parte da natureza e o quão dependentes somos dela[8]. Essa “conexão” não necessariamente precisa ser física. Podemos estar com várias pessoas aproveitando a natureza no parque ou estar no décimo quinto andar de um prédio apreciando o pôr do sol, o importante é o valor que damos à causa ambiental, que diz respeito a nós mesmos e ao futuro da vida no planeta. A postura que adotamos em relação à preservação do meio ambiente reflete esse valor que damos a ele.

Apesar de todos os esforços movidos ao redor do mundo para preparar e comemorar este dia, o cuidado com o meio ambiente precisa ser um hábito diário, e não exclusividade desta data. Para isto, é necessária a consciência da importância de medidas sustentáveis para evitar e frear os impactos gerados pelas atividades humanas, adotando soluções menos poluentes, por exemplo.

 

Referências:

http://super.abril.com.br/tecnologia/em-nosso-devido-lugar/
https://www.espacoacademico.com.br/035/35eraylima.htm
[1] Relatório da ONU mostra população mundial cada vez mais urbanizada, mais de metade vive em zonas urbanizadas ao que se podem juntar 2,5 mil milhões em 2050
[2] A Era Pós-Industrial, a Sociedade do Conhecimento e a Educação para o Pensar
[3] O papel da ciência no desenvolvimento sustentável
[4] O desenvolvimento industrial e o impacto no meio ambiente
[5] O que é desenvolvimento sustentável?
[6] World Environment Day
[7] Connecting people to nature
[8] Connecting people to nature

About Equipe de comunicação

Equipe da Rhama responsável pela gestão das mídias sociais, planejamento, produção, divulgação, e postagens de conteúdo no Aprenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *